Plano de Segurança

É importante a Escola ter um Plano de Evacuação para que todos saibam o que fazer em caso de incêndio.
Depois de feito há que treinar regularmente com professores e colegas.
A prática permite aperfeiçoá-lo de maneira a que, numa situação de emergência, todos saiam do edifício rapidamente e em segurança.
O fogo só por si não é perigoso mas se sai fora do nosso controlo transforma-se em incêndio e dá origem à libertação de gases e fumos tóxicos.
Um incêndio na Escola pode causar graves problemas. Todo o cuidado é pouco.
Respeita as indicações sobre segurança e não danifiques os equipamentos de combate a incêndios.


Alunos

O que fazer se houver um incêndio na Escola?
Assim que toca o alarme deve seguir-se a evacuação, de forma rápida e sem confusões. Se detectares um fogo dá o alarme.
Pede ajuda a um adulto e nunca tentes apagá-lo se ficar fora de controlo.



Consultar Indicações Plano Evacuação Alunos


Professores

Para situações de emergência, a Escola dispõe de um sinal sonoro de alarme específico (besouros) e outros dois alternativos (campainha ou buzina de ar comprimido)
que serão definidos por dois toques: um Curto e outro Prolongado.
É à Direcção da Escola que compete decidir sobre a evacuação total ou parcial das instalações.
A coordenação da evacuação das Turmas é feita pelo Sinaleiro que é o Subdelegado da Turma, o Chefe de Fila que é o Delegado da Turma e o Cerra Fila que é o Professor.



Consultar Indicações Plano Evacuação Professores


O SINAL DE ALARME:
ESPECÍFICO CORRESPONDE A SIRENE INTERMITENTE,
O ALTERNATIVO CORRESPONDE A TRÊS (3) TOQUES: SEQUÊNCIA DE 3 TOQUES LONGOS

Regra da evacuação:

RÁPIDA - ORDEIRA - SILENCIOSA



Caminhos Evacuação

Escola Básica Alfena - Consultar

Escola Secundária Alfena - Consultar